Corte da produção de soja na safra 23/24 deve reduzir exportações em 8%

redução de aproximadamente 3,190 milhões de toneladas (7,04%) na produção de soja na safra 2023/24 frente a temporada passada deve impactar nas exportações. Estimativas do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) apontam que o corte na produção da oleaginosa deve causar um recuo de 8,06% nos embarques.

As previsões para a safra 2023/24 em Mato Grosso, em decorrência ao contexto climático, são de uma produção de 42,126 milhões de toneladas de soja.

Conforme o instituto, com o corte na produção no estado, a oferta para exportação diminuiu “com base nisso, os modelos estatísticos utilizados pelo Imea, reduziram a projeção de exportação de soja para 25,79 milhões de toneladas, queda de 5,60% em relação ao relatório de novembro”.

Ao se comparar com a safra 2022/23, a retração é de 8,06%. As perspectivas para a temporada 2022/23, que ainda é escoada, apontam um recorde de exportação de 28,05 milhões de toneladas.

 

Consumo de soja

Ainda segundo o Imea, as perspectivas para o consumo interno em Mato Grosso seguem positivas. A projeção, divulgada nesta segunda-feira (4), continuou firmada em 13,63 milhões de toneladas, aumento de 7,71% em relação à safra passada.

No que se refere ao consumo interestadual, houve redução de 35,55% no comparativo com a safra 2022/23, com expectativa de 3,10 milhões de toneladas.

 

Fonte: https://matogrosso.canalrural.com.br

Fonte: